Refrescante, saboroso, nutritivo…

 

Conheça os benefícios do morango para sua saúde!

Bastante utilizado em bolos, tortas e outras guloseimas, o morango é originário da Europa e está adaptado ao clima frio. Porém, a partir da década de 60, ele ganhou espaço no Brasil e, desde então, sua produção por aqui não parou de crescer.

 A fruta se adaptou de tal forma às condições climáticas e de solo brasileiros que hoje é produzida em diversos estados com características distintas, tais como São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal.

 De acordo com dados da Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a cultura do morango é praticada por pequenos produtores rurais que utilizam mão-de-obra familiar e destinam a maior parte de sua produção ao mercado “in natura”.

Por que ele faz tão bem? De sabor levemente azedo, esconde uma infinidade de benefícios. A começar pela cor, ele é rico em licopeno, substância responsável pelo seu tom vermelho e que barra a ação de radicais livres. Sim, são eles os grandes vilões do envelhecimento do corpo humano, já que atacam as células com um todo.

“O morango possui três ativos (ácido elágino, catequina e delphinidin) compostos fenólicos  com ação antioxidante (que combate os radicais livres). O ácido elágico, em especial, possui mais de uma atividade anticancerígena.”, ressalta a nutricionista Daniela Jobst.

Fonte de beleza! Os radicais livres também afetam as células da pele e as fibras capilares, O uso de máscaras para o rosto e cabelo feitas com morango é uma opção eficaz para neutralizá-los, uma vez que a vitamina C e os polifenóis  da fruta combatem sua ação.

 

Quando aplicado na pele, o morango estimula a circulação sanguínea, devolvendo seu brilho e maciez, além de deixá-la mais clara. Já no cabelo, a fruta é responsável por garantir mais brilho e prevenir a queda.

Dicas de higienização Por ser mais suscetível ao ataque de pragas, o morango é exposto aos agrotóxicos com maior intensidade. De acordo com um estudo divulgado em 2009 pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos – Para, coordenado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, dos 17 alimentos avaliados, que incluem grãos, frutas e verduras, o morango ocupou a segunda posição, com teores de resíduos acima dos permitidos. Ele só perdeu para o pimentão, outro campeão quando o assunto é uso de agrotóxicos.

Por esse motivo, tomar algumas medidas antes de consumir a fruta tornam-se essenciais para impedir que ao invés de contribuir com a melhoria da sua saúde, o efeito seja contrário.

Se possível, opte pelos produtos orgânicos, produzidos sem a adição de agrotóxicos. Se isso não for possível, pela dificuldade em encontrá-los em feiras e supermercados ou em razão de seus altos preços, retire as folhas e o cabinho verde da fruta, lave bem e, em seguida, deixe de molho por pelo menos 30 minutos em uma solução de 1 litro de água e 1 colher (sopa) de água sanitária. Após o período indicado, enxagüe as frutas em água corrente antes de consumir.

A fruta ideal Saber comprar morango é o primeiro passo para evitar desperdícios em casa. É que a fruta é bastante perecível e pode ser armazenada por 3 ou 4 dias, no máximo.

Assim, é preciso verificar a cor: ele deve estar com o tom vermelho bastante vivo, além das folhas e o cabinho bem verdes. É importante verificar se não há partes moles na fruta nem manchas escuras, pois indicam que ela não está própria para o consumo.

Uma dica importante na hora de levar o morango para a geladeira é não lavá-lo antes, ou então lavá-lo e secá-lo muito bem, pois a fruta molhada apodrece com facilidade.

Cada 100g da fruta contém: ANOTE PARA NÃO ERRAR!
Calorias  30kcal    

  •        De preferência, coma a fruta inteira. Quanto mais for cortada, maior a superfície de contato com o oxigênio e maior é a perda de substâncias antioxidantes. 
  •       Ao preparar sucos, bata a fruta o menos possível no liquidificador, também para não perder muitos de seus nutrientes. 

 

  •     Não deixe os sucos preparados por muito tempo. Tome logo em seguida ao preparo, senão os seus benefícios vão todos embora.
Carboidrato 6,8g
Proteína 0,9g
Fibra Alimentar 1,7g
Magnésio 10mg
Fósforo 22mg
Lipídeos 0,3g
Potássioo 184mg
Ferro 0,3mg
Cálcio 11mg
Vitamina C 63,6mg
Vitamina B2 0,03mg
Vitamina B6 0,03mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas,. v.1, n.1, 2009.