De vilão a mocinho

Entenda por que o abacate vem perdendo a fama de “mau” e conquista, a cada dia, consumidores que se preocupam com a saúde e o bem-estar.

Ao olhar para o abacate, é difícil imaginar que, por trás de sua aparência nem tanto apetitosa, se escondem importantes vitaminas e minerais para a manutenção da saúde, além, é claro, de um sabor inconfundível.

“Algumas pessoas estudam o poder do abacate na inibição do crescimento de células cancerígenas, auxiliando na prevenção do câncer. Outras, porém, mostram que existem componentes funcionais que auxiliam na diminuição dos sintomas de osteoartrite, na redução do colesterol ruim (LDL) e aumento do bom  (HDL), prevenir doenças cardiovasculares”, esclarece a nutricionista Elizabete Elvira de Paola, da Viltal Nutri.

As qualidades de mocinho O abacate sempre foi temido por sua grande quantidade de gordura. Porém, o que muitas pessoas não sabem é que essa é uma “gordura do bem”. É o tipo de gordura chamada monoinsaturada, que aumenta os níveis de colesterol bom (HDL), aquele que retirará o acúmulo de gordura das artérias, e reduz o colesterol total. Já um outro fitonutriente, uma substância natural da planta que funciona como nutriente e ajuda a prevenir doenças, chamado de beta sitosterol, também auxilia na redução dos níveis de colesterol total.

Vilão? Só contra o câncer!  Por apresentar boa quantidade de vitaminas C e E em sua composição, ambas com poder antioxidante, que barra a ação dos radicais livres responsáveis por desencadear o envelhecimento e destruição das células, o abacate evita o desenvolvimento de inúmeras doenças, entre elas o câncer, que se origina a partir de uma mutação nas células.

As vitaminas do complexo B, também presentes na fruta, reforçam a função antioxidante do abacate, já que promovem o desenvolvimento saudável das novas células e tecidos.

Pesquisas recentes apontam ainda que o abacate é importante fonte de glutatoína, também um fitonutriente com ação antioxidante. Ele barra a ação dos radicais livres e pode impedir o desenvolvimento de cânceres de boca e garganta, entre outros.

 

Mais benefícios O abacate ainda possui vitamina A e minerais com cálcio, ferro e fósforo, que garantem o equilíbrio de que organismo necessita. Uma pesquisa japonesa, realizada na Universidade de Shizuoka, verificou que o abacate, além dos benefícios citados acima, também pode proteger o fígado, reduzindo danos semelhantes aos provocados por hepatites. Os cabelos e a pele também recebem os benefícios da fruta, graças á proteína vegetal, os deixa hidratados e macios. 

Na hora do consumo Não sabe o que fazer com o abacate para que ele não escureça logo após ser cortado? É simples. Basta passar um pouco de suco puro de limão na superfície cortada. O limão impede a oxidação e, em conseqüência, o escurecimento. Já se for guardar uma das metades para consumir posteriormente, mantenha nela o caroço. Isso faz com que ela não estrague com facilidade.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 96kcal
Carboidrato 6g
Proteína 1,2g
Fibra Alimentar 6,3g
Magnésio 15mg
Fósforo 22mg
Lipídeos 8,4g
Potássio 206mg
Cálcio 8mg
Manganês 0,17mg
Ferro 0,2mg
Cobre 0,15mg
Zinco 0,2mg
Vitamina B2 0,04mg
Vitamina C 8,7mg
Vitamina E 1mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas. v.1, n.1, 2009.