Fruta proibida?

 
De jeito nenhum! A maçã está mais que liberada! Conheça 10 razões para adotá-la em seu cardápio diário

Ela conquistou o paladar dos brasileiros. Originária de países de clima frio do sudeste europeu e asiático, a maçã ganhou seu espaço e se adaptou ao clima brasileiro, principalmente da região sul do país. Mas qual a razão de tamanho sucesso? Ele certamente vai além de seu gostinho adocicado. Está nos benefícios que a fruta traz à saúde. Confira.

  1. Xô radicais livres! Eles aceleram o envelhecimento das células e podem desencadear doenças como o câncer. No entanto, sua formação no organismo acontece a partir do metabolismo das células, um procedimento normal. Os radicais livres são preocupantes quando estão em quantidade exagerada, podendo comprometer algumas funções do organismo. Para barrar essa produção acelerada, entram em cena os alimentos antioxidantes: entre eles a macã.
  2. Controle do colesterol A união da pectina, um tipo de fibra solúvel, com os flavonóides, substâncias que protegem o organismo contra radicais livres, impede a oxidação do colesterol nas artérias, o que faz com que ela não se acumule e não interrompa a passagem de sangue. Segundo um estudo divulgado pelo Journal of Medicine Food (EUA), o consumo diário de 2 maçãs , durante 12 semanas, provocou uma diminuição de 20% dos níveis de LDL (colesterol ruim) oxidado, em média.
  3. Faxina bucal Os dentes, gengivas, a garganta e também as cordas vocais estão protegidos com o consumo regular de maçã. A fruta age como um adstrigente  e tonificante, eliminando as bactérias e garantindo a saúde dessas estruturas. Porém, os cuidados com a higiene bucal devem ser mantido.
  4. De bem com o intestino A maça possui em sua composição uma fibra solúvel chamada pectina. Ela é responsável por facilitar o trãnsito intestinal, já que aumenta o volume do bolo fecal e estimula a sua eliminação. Porém, para isso, é também preciso ingerir diariamente uma boa quantidade de água, caso contrário o efeito é inverso.
  5. Glicose sob controle A maçã é composta por um tipo de açúcar chamado frutose, que em união com a boa quantidade de fibras da fruta, é liberado mais lentamente na corrente sangüínea em relação à sacarose, o açúcar extraído da cana-de-açúcar. Por esse motivo, a maçã é uma das opções para os diabéticos, por manter o nível de glicose estável no sangue.
  6. Coração protegido Quando o assunto é saúde do coração, mais uma vez a pectina entra em ação. É que ela protege o coração ao reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) no sangue. Sem falar na boa quantidade de potássio presente na maçã, determinante para que a pressão arterial se mantenha nos níveis ideais. Livre do colesterol nas artérias e com a pressão arterial controlada, o coração trabalha melhor. 
  7. Prevenção ao câncer Com grandes quantidades de antioxidantes, a fruta atua como uma verdadeira barreira contra doenças, entre elas o câncer. Já as fibras solúveis, que estimulam o trabalho do intestino, também agem contra os tumores, já que eliminam impurezas com potencial para desencadeá-los. 
  8. Melhora na respiração Os nutrientes da maçã reduzem inflamações que acometem os brônquios. A fruta é recomendada para quem sofre com problemas respiratórios, em especial a asma. Além disso, com o consumo regular da fruta, o organismo se torna mais resistente às alergias, grandes responsáveis pelas crises de asma.
  9. Poucas calorias Se você está de dieta, aqui está mais uma razão para consumir maçã. Em 100g da fruta são apenas 56kcal, ideal para aquele lanchinho entre as refeições principais. Sem falar que ela é rica em fibras, que aumentam a saciedade e ainda ajudam no funcionamento do intestino.
  10. Variedade e praticidade Cansou de comer maçã vermelha? Mude para a maçã verde, ou ainda vá experimentando os diferentes tipos da fruta. Cada um deles possui uma particularidade que diferencia seu sabor e consistência. Os tipos mais consumidos no Brasil são: Fuji, Gala, Red Delicious e Granny Smith.  
Cada 100g da fruta contém:
Calorias 56kcal
Carboidrato 15,2g
Proteína 0,3g
Fibra Alimentar 1,3g
Cálcio 2mg
Magnésio 2mg
Manganês 0,03mg
Fósforo 9mg
Ferro 0,1mg
Potássio 75mg
Cobre 0,06Mg
Vitamina B6 0,03mg
Vitamina C 2,4mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.