Quer hidratar o organismo?

Aposte na melancia. Ela é composta por 90% de água, além de vitamina C, minerais e licopeno

 Os dias quentes de verão pedem opções refrescantes, capazes de repor as quantidades de água e sais minerais perdidos durante a transpiração.

 Nessa hora, a melancia se apresenta como uma das melhores opções. “Ela é um excelente alimento para hidratação, possui cerca de 90% de água, é rica vitaminas e minerais que auxiliam no equilíbrio orgânico”, esclarece a nutricionista Barbara Rescall Sanches, da VP Consultoria Nutricional.

Ação anticancerígena A melancia é aclamada por seu poder antioxidante, ou seja, sua capacidade de combater os radicais livres, produzidos a partir do metabolismo das células “ruins”, que em excesso, podem ser responsáveis pelo surgimento de diversas doenças.

Essa função da melancia é possível graças à presença de vitamina C licopeno em sua composição, que juntos têm grande força contra os radicais livres. “O licopeno é um poderoso antioxidante, estudado, principalmente, como auxílio de alguns tipos de câncer, em especial o câncer de próstata” ressalta a nutricionista Barbara.

Pressão arterial controlada  O potássio, mineral presente na composição da melancia, é o responsável por manter a pressão arterial nos níveis ideais. É que ele garante a elasticidade dos vasos sanguíneos e reduz arritmia cardíaca. Além disso, equilibra a quantidade de água presente nas células, diminuindo inchaços, e também participa das contrações musculares, inclusive do coração.

Amiga dos homens A impotência sexual, que se caracteriza pela dificuldade em iniciar ou manter uma ereção, é condição que assusta grande parte dos homens. Na maioria dos casos, ela acontece por fatores emocionais ou então pela dificuldade do sangue circular até o membro, decorrente do excesso de peso, pressão alta, colesterol elevado, entre outros problemas de saúde.  “A melancia tem o poder de vasodilatação, que melhora a circulação e também facilita a ereção dos homens”, ressalta Barbara.

Diabéticos, atenção! A melancia é rica em frutose, um tipo de açúcar e, por possuir baixa quantidade de fibras, esse açúcar cai na corrente sanguínea rapidamente, podendo elevar a taxa de glicose, se consumida em excesso. Sendo assim, os diabéticos devem procurar a orientação de um nutricionista para degustar a fruta e aproveitar seus benefícios sem prejuízos.

Cada 100g da fruta contém: Tire suas dúvidas!
Calorias 33Kcal  

 

  •       Evite comer melancia logo após as refeições principais. Pela grande quantidade de água que possui, ela pode dificultar a digestão e originar aquela sensação de peso no estômago.

 

 

  •      A parte branca da melancia não deve ser consumida em excesso. Isso porque ela possui uma substância que o organismo não é capaz de digerir, chamado celulose. Esse fato faz com que o organismo trabalhe para expulsá-la por meio da evacuação, podendo provocar dores de barriga.
Carboidrato 8,1g
Proteína 0,9g
Fibra Alimentar 0,1g
Magnésio 10mg
Fósforo 12mg
Potássio 104mg
Cálcio 8mg
Manganês 0,14mg
Ferro 0,2mg
Cobre 0,04mg
Zinco 0,1mg
Vitamina C 6,1mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.