Seu intestino livre

Com o consumo de ameixa é possível regularizar a digestão, acabar com a prisão de ventre e, de quebra, reduzir inchaços e até celulite

Grande parte dos problemas que incomodam tanto as mulheres podem ser resolvidos com o consumo de uma substância chamada sorbitol. E ela está presente na ameixa!

“O sorbitol é uma substância que auxilia o trânsito intestinal”, explica a nutricionista Heloísa Piccinato. Facilitando o trânsito das fezes no intestino, a prisão de ventre acaba e a digestão melhora. Com isso o corpo acumula menos líquidos e toxinas nocivas ao corpo, que são em grande parte responsáveis por inchaços e celulites.

 

Quanto mais madura, melhor! Pesquisas realizadas na Universidade de Innsbruck, na Áustria, constataram que quanto mais madura a ameixa, maior a quantidade de antioxidantes presentes na fruta. Ou seja, a proteção do organismo contra os  radicais livres e, conseqüentemente, ao envelhecimento precoce, é maior quando a fruta está bem madura.

Dicas de escolha e armazenamento

  • Compre as ameixas firmes e sem rachaduras, amassados ou picadas de inseto na casca;
  • Se estiverem um pouco verdes, mantenha em temperatura ambiente para amadurecerem;
  • Guarde as ameixas maduras, por no máximo, 5 dias, na geladeira. 
Cada 100g da fruta contém:
Calorias  53cal 
Carboidrato 13,9g
Proteína 0,8g
Fibra Alimentar 2,4g
Magnésio 5mg
Fósforo 14mg
Potássio 134mg
Cálcio 6mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.