Sementes poderosas!

Reforce suas defesas naturais com romã

Ao partir a fruta ao meio você vai notar a diferença. A polpa da romã é composta por pequenas sementes de alto valor nutricional.

São ricas em vitaminas do complexo A e B, que protegem a visão e fortalecem o sistema imunológico, respectivamente.

Os minerais, como cálcio, fósforo e potássio, em boa quantidade na fruta, agem no equilíbrio corporal. Já a sua casca, quando utilizada na forma de chás, é um poderoso vermífugo, combatendo ainda, problemas da boca e garganta, como gengivite, inflamações e rouquidão.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias  56kcal
Carboidrato 15,1g
Proteína 0,4g
Fibra Alimentar 0,4g
Fósforo 40mg
Potássio 485mg
Cálcio 8,1mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Anúncios

Limpa o orgarnismo!

O melão elimina as toxinas, diminui a retenção de líquidos e contribui na perda de peso

Bastante indicado em caso de insuficiência renal  e infecções urinárias, o melão promove a hidratação  e elimina as toxinas do organismo.

Cerca de 90%  da fruta é composta por água. Rico em minerais, ele auxilia na formação dos glóbulos vermelhos, dentes e ossos.

Tanto o melão-cantalupo quanto o amarelo possuem baixo valor calórico. Por isso, é a fruta ideal para quem quer perder peso e eliminar a retenção de líquidos, que causa inchaços.

Se o objetivo é combater a prisão de ventre, o melão-cantalupo sai ganhando, pois contêm maior quantidade de fibras.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 29kcal
Carboidrato 7,5g
Proteína 0,7g
Fibra Alimentar 0,3g
Fósforo 10mg
Sódio 11mg
Potássio 216mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Protege músculos e coração

O figo contém nutrientes que melhoram o desempenho do corpo

Rico em açúcares, o figo fornece energia rapidamente, e possui potássio, mineral importante para melhorar o desempenho do corpo, pois protege músculos e o coração.

Por isso, a fruta é indicada para quem pratica exercícios físicos e tem uma agitada. Ele também colabora na digestão e combate a prisão de ventre.

Mas atenção: consuma a fruta fresca, pois em conserva (enlatado, em calda) o figo possui mais calorias e carboidratos e não é indicado para diabéticos. São 184 calorias do figo em calda contra apenas 41 calorias da fruta fresca, que ainda possui 5 vezes menos carboidratos.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 41kcal
Carboidrato 10,2g
Proteína 1g
Fibra Alimentar 1,8g
Magnésio 11mg
Fósforo 15mg
Potássio 174mg
Cálcio 27mg
Vitamina C 0,8mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Polpa e castanha se completam

… e fornecem os nutrientes fundamentais para a saúde!

Vitamina C, fibras e caretenóides. São essas a substâncias presentes no caju que mais beneficiam a saúde. A fruta possui 5 vezes mais vitamina C que a laranja e só está atrás da acerola e do camu-camu.

Por isso, o caju fortalece o sistema imunológico, previne infecções, combate alergias de pele e cansaço.

Pelas cores da polpa, é possível perceber a ação anticancerígena: de casca amarela e avermelhada possui batacaroteno e licopeno, duas substâncias capazes de prevenir os câncer de pulmão e de próstata, respectivamente. Já as fibras contribuem para o bom funcionamento do intestino, proporcionando boa digestão.

Da fruta, até a castanha…

…pode ser aproveitada! E não é só para não desperdiçar. A castanha do caju é rica em minerais, vitaminas E e do complexo B, proteínas, carboidratos e fibras. Se consumida moderadamente, a castanha contribui para manter a saúde de ossos e músculos, fornecer energia paras as atividades diárias, melhorar a digestão  e até regular o nível de colesterol ruim (LDL) no sangue, pois possui ácidos graxos poliinsaturados.

As castanhas podem ser consumidas no café da manhã ou lanche da tarde, até 3 unidades por dia. Elas oferecem grande parte da quantidade diária recomendada de magnésio. Esse mineral contribui no controle do nervosismo, depressão, cansaço  e fraqueza. Para prepará-las, asse-as, no forno, até torrar levemente. Prefira consumi-las sem sal.

Dica de consumo Os sucos são boa opção para quem não suporta o sabor adstringente do caju! Consuma-os logo após o preparo, para aproveitar ao máximo os nutrientes da fruta.

 

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 43kcal
Carboidrato 10,3g
Proteína 1g
Fibra Alimentar 1,7g
Lipídeos 0,3mg
Magnésio 10mg
Fósforo 16mg
Potássio 124mg
Cálcio 1mg
Sódio 1mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Quer hidratar o organismo?

Aposte na melancia. Ela é composta por 90% de água, além de vitamina C, minerais e licopeno

 Os dias quentes de verão pedem opções refrescantes, capazes de repor as quantidades de água e sais minerais perdidos durante a transpiração.

 Nessa hora, a melancia se apresenta como uma das melhores opções. “Ela é um excelente alimento para hidratação, possui cerca de 90% de água, é rica vitaminas e minerais que auxiliam no equilíbrio orgânico”, esclarece a nutricionista Barbara Rescall Sanches, da VP Consultoria Nutricional.

Ação anticancerígena A melancia é aclamada por seu poder antioxidante, ou seja, sua capacidade de combater os radicais livres, produzidos a partir do metabolismo das células “ruins”, que em excesso, podem ser responsáveis pelo surgimento de diversas doenças.

Essa função da melancia é possível graças à presença de vitamina C licopeno em sua composição, que juntos têm grande força contra os radicais livres. “O licopeno é um poderoso antioxidante, estudado, principalmente, como auxílio de alguns tipos de câncer, em especial o câncer de próstata” ressalta a nutricionista Barbara.

Pressão arterial controlada  O potássio, mineral presente na composição da melancia, é o responsável por manter a pressão arterial nos níveis ideais. É que ele garante a elasticidade dos vasos sanguíneos e reduz arritmia cardíaca. Além disso, equilibra a quantidade de água presente nas células, diminuindo inchaços, e também participa das contrações musculares, inclusive do coração.

Amiga dos homens A impotência sexual, que se caracteriza pela dificuldade em iniciar ou manter uma ereção, é condição que assusta grande parte dos homens. Na maioria dos casos, ela acontece por fatores emocionais ou então pela dificuldade do sangue circular até o membro, decorrente do excesso de peso, pressão alta, colesterol elevado, entre outros problemas de saúde.  “A melancia tem o poder de vasodilatação, que melhora a circulação e também facilita a ereção dos homens”, ressalta Barbara.

Diabéticos, atenção! A melancia é rica em frutose, um tipo de açúcar e, por possuir baixa quantidade de fibras, esse açúcar cai na corrente sanguínea rapidamente, podendo elevar a taxa de glicose, se consumida em excesso. Sendo assim, os diabéticos devem procurar a orientação de um nutricionista para degustar a fruta e aproveitar seus benefícios sem prejuízos.

Cada 100g da fruta contém: Tire suas dúvidas!
Calorias 33Kcal  

 

  •       Evite comer melancia logo após as refeições principais. Pela grande quantidade de água que possui, ela pode dificultar a digestão e originar aquela sensação de peso no estômago.

 

 

  •      A parte branca da melancia não deve ser consumida em excesso. Isso porque ela possui uma substância que o organismo não é capaz de digerir, chamado celulose. Esse fato faz com que o organismo trabalhe para expulsá-la por meio da evacuação, podendo provocar dores de barriga.
Carboidrato 8,1g
Proteína 0,9g
Fibra Alimentar 0,1g
Magnésio 10mg
Fósforo 12mg
Potássio 104mg
Cálcio 8mg
Manganês 0,14mg
Ferro 0,2mg
Cobre 0,04mg
Zinco 0,1mg
Vitamina C 6,1mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Melhor do que a maçã?

Ao menos na prevenção de doenças cardíacas, o caqui ganha.

 Se não estiver totalmente maduro, ele “amarra” a boca. Há quem coloque um pouquinho de álcool no  cabinho ou enrole em jornais para amadurecer mais rápido, Tem quem o prefira mole e os que só consomem a variedade crocante (caqui chocolate).

 Apesar de todos esses pormenores sobre a cultura e o consumo do caqui, o importante é que essa fruta doce e perfumada ajuda na prevenção da asterosclorose e da pressão alta, suaviza a mucosa intestinal, melhora a digestão e diminui o risco de doenças cardíacas.

Pesquisa publicada no Journal of Agricultural and Food Chemistry (EUA) revela que o caqui é melhor do que a maçã na prevenção de doenças cardíacas, pois tem maior concentração de fibras alimentares, minerais e compostos fenólicos (substâncias que combatem a formação de placas de gorduras nas artérias).

1 caqui por dia é suficiente para usufruir os benefícios dessa fruta

 Tipos de caqui

Rama Forte: de forma achatada e coloração bem vermelha, é consumido mole. É o tipo mais consumido pelos brasileiros.

Giombro: oval e com variedade de tons entre o vermelho, alaranjado e amarelo, é consumido duro (crocante).

Fuyu: de coloração alaranjada, arredondado e achatado, esse tipo de caqui é consumido crocante.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 71kcal
Carboidrato 19,3g
Proteína 0,4g
Fibra Alimentar 6,5g
Magnésio 9mg
Manganês 0,05mg
Fósforo 18mg
Potássio 164mg
Cálcio 18mg
Zinco 0,2mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas. v.1, n.1. 2009.

Feio por fora, bonito por dentro…

…. mas, o mais importante: delicioso e faz muito bem para a saúde! Esse é o kiwi.

 Se alguém olha apenas para a casca, pode imaginar até que se trata de algum bicho. Ainda bem que a aparência não diz nada sobre essa fruta, porque detrás da casca peluda, se esconde um alimento rico em vitamina C, potássio, cálcio, proteínas e fibras alimentares.

 

Corpo em equilíbrio Rico em fibras, o kiwi auxilia no funcionamento do intestino e do aparelho digestivo, melhorando prisão de ventres, dores abdominais, azia e queimação no estômago. Por conter pectina, controla os níveis de colesterol no sangue.

Sua elevada concentração de potássio faz com que essa fruta seja recomendada na prevenção de fadiga e depressão leve e moderada. Por fim, os minerais presentes no kiwi reforçam as defesas do organismo contra vírus bactérias, regulam a pressão arterial e aumentam a capacidade de concentração.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 51kcal
Carboidrato 11,5g
Proteína 1,3g
Fibra Alimentar 2,7g
Magnésio 11mg
Fósforo 33mg
Potássio 269mg
Cálcio 24mg
Manganês 0,17mg
Vitamina A 70,8mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.