Protege músculos e coração

O figo contém nutrientes que melhoram o desempenho do corpo

Rico em açúcares, o figo fornece energia rapidamente, e possui potássio, mineral importante para melhorar o desempenho do corpo, pois protege músculos e o coração.

Por isso, a fruta é indicada para quem pratica exercícios físicos e tem uma agitada. Ele também colabora na digestão e combate a prisão de ventre.

Mas atenção: consuma a fruta fresca, pois em conserva (enlatado, em calda) o figo possui mais calorias e carboidratos e não é indicado para diabéticos. São 184 calorias do figo em calda contra apenas 41 calorias da fruta fresca, que ainda possui 5 vezes menos carboidratos.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 41kcal
Carboidrato 10,2g
Proteína 1g
Fibra Alimentar 1,8g
Magnésio 11mg
Fósforo 15mg
Potássio 174mg
Cálcio 27mg
Vitamina C 0,8mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Seu intestino livre

Com o consumo de ameixa é possível regularizar a digestão, acabar com a prisão de ventre e, de quebra, reduzir inchaços e até celulite

Grande parte dos problemas que incomodam tanto as mulheres podem ser resolvidos com o consumo de uma substância chamada sorbitol. E ela está presente na ameixa!

“O sorbitol é uma substância que auxilia o trânsito intestinal”, explica a nutricionista Heloísa Piccinato. Facilitando o trânsito das fezes no intestino, a prisão de ventre acaba e a digestão melhora. Com isso o corpo acumula menos líquidos e toxinas nocivas ao corpo, que são em grande parte responsáveis por inchaços e celulites.

 

Quanto mais madura, melhor! Pesquisas realizadas na Universidade de Innsbruck, na Áustria, constataram que quanto mais madura a ameixa, maior a quantidade de antioxidantes presentes na fruta. Ou seja, a proteção do organismo contra os  radicais livres e, conseqüentemente, ao envelhecimento precoce, é maior quando a fruta está bem madura.

Dicas de escolha e armazenamento

  • Compre as ameixas firmes e sem rachaduras, amassados ou picadas de inseto na casca;
  • Se estiverem um pouco verdes, mantenha em temperatura ambiente para amadurecerem;
  • Guarde as ameixas maduras, por no máximo, 5 dias, na geladeira. 
Cada 100g da fruta contém:
Calorias  53cal 
Carboidrato 13,9g
Proteína 0,8g
Fibra Alimentar 2,4g
Magnésio 5mg
Fósforo 14mg
Potássio 134mg
Cálcio 6mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Dê adeus à imunidade baixa!

Descubra como a goiaba reforça as defesas de seu organismo e traz muito mais saúde para o seu dia-a-dia

 Com um aroma inconfundível, a goiaba reúne três qualidades que a colocam entre as frutas tropicais ideais para garantir a saúde do organismo: baixo teor calórico, poder antioxidante e boa quantidade de fibras solúveis.

Uma força na dieta Quem está acima do peso já pode comemorar. A goiaba é mais uma aliada na luta contra a balança. Em 100g  do tipo vermelho da fruta há apenas 54 calorias, uma opção para os lanches entre as refeições principais ao longo do dia.

Mas os benefícios não param por aí. As fibras, em boa quantidade na casca e polpa da fruta, ainda garantem a sensação de saciedade, ou seja, ao consumi-la você não sentir a fome bater tão cedo.

A cor da saúde “O principal composto funcional presente na goiaba é o licopeno, que confere a cor vermelha à fruta. Ele é um poderoso antioxidante, que mantém a juventude das células e previne contra o surgimento de câncer”, esclarece a nutricionista Elizabete Elvira De Paola, da Vital Nutri.

O licopeno ganha um reforço com a grande quantidade de vitamina C da fruta, também um poderoso antioxidante, que da mesma forma age contra os radicais livres. Quem ganha é o organismo, uma vez que fica protegido do envelhecimento celular e outras mutações que podem desencadear o câncer, por exemplo, entre outras doenças.

De bem com o intestino As fibras, presentes na casca e polpa da fruta, aliadas ao consumo regular e abundante de líquidos (o ideal é consumir até 2 litros de água por dia) aumentam o bolo fecal e reduzem a prisão de ventre.

“Por ser rica em fibras, ela ajuda no funcionamento do intestino. Sem falar que alguns estudos mostram que médicos a indicam como antibiótico a crianças, para combater as bactérias que estão no seu intestino, conferindo, assim, seu poder bactericida”, ressalta Elizabete De Paola.

Outros benefícios A goiaba ainda se apresenta como fonte de vitamina A, que garante a saúde dos olhos e aumenta a imunidade; vitaminas do complexo B, principalmente a niacina, que previne as dores de cabeça de enxaqueca, indigestão, diarréia, entre outros problemas; e a vitamina C. “Por ser rica em vitamina C, a goiaba é uma forte arma na proteção contra infecções, processos alérgicos e fadiga”, esclarece a nutricionista Andréia Gomes.

A fruta também apresenta um mineral bastante importante em sua composição, o potássio, que participa das contrações musculares, equilibra a quantidade de líquidos  no corpo e regula a pressão arterial.

Cada 100g da fruta contém: VERMELHA OU BRANCA?
Calorias  54kcal  Apesar de concentrar os mesmo nutrientes, alguns deles em quantidades superiores, como é o caso do mineral potássio (220mg em 100g da fruta), o tipo branco não contém o licopeno, substância aclamada por seu poder antioxidante, ou seja a capacidade de combater os radicais livres. A dica é variar entre os dois tipos, para não deixar de aproveitar os benefícios de nenhuma das especialidades.

Na hora da compra, para não se confundir, preste atenção na coloração da casca da goiaba. Se tiver um verde bastante claro, é o tipo branco; já com a cor verde mais viva caracteriza a vermelha.

Carboidrato 13g
Proteína 1,1g
Fibra Alimentar 6,2g
Lipídeos 0,4mg
Fósforo 15mg
Potássio 198g
Manganês 0,09mg
Ferro 0,2mg
Zinco 0,1mg
Vitamina B6 0,03mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009. 

Feio por fora, bonito por dentro…

…. mas, o mais importante: delicioso e faz muito bem para a saúde! Esse é o kiwi.

 Se alguém olha apenas para a casca, pode imaginar até que se trata de algum bicho. Ainda bem que a aparência não diz nada sobre essa fruta, porque detrás da casca peluda, se esconde um alimento rico em vitamina C, potássio, cálcio, proteínas e fibras alimentares.

 

Corpo em equilíbrio Rico em fibras, o kiwi auxilia no funcionamento do intestino e do aparelho digestivo, melhorando prisão de ventres, dores abdominais, azia e queimação no estômago. Por conter pectina, controla os níveis de colesterol no sangue.

Sua elevada concentração de potássio faz com que essa fruta seja recomendada na prevenção de fadiga e depressão leve e moderada. Por fim, os minerais presentes no kiwi reforçam as defesas do organismo contra vírus bactérias, regulam a pressão arterial e aumentam a capacidade de concentração.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 51kcal
Carboidrato 11,5g
Proteína 1,3g
Fibra Alimentar 2,7g
Magnésio 11mg
Fósforo 33mg
Potássio 269mg
Cálcio 24mg
Manganês 0,17mg
Vitamina A 70,8mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.  

Vestido de veludo

Com casca singular, o pêssego oferece um equilíbrio de nutrientes e regula o organismo

Assim como a maioria dos alimentos de tons alaranjados, o pêssego é rico em betacaroteno. Além de proteger a saúde dos olhos e o sistema imunológico, ainda dá uma forcinha à beleza: deixa pele, cabelos e unhas mais bonitos.

Para deixar a saúde e aparência em dia, consuma só o necessário: até 3 unidades de pêssego por dia.

O pêssego fornece importantes vitaminas, necessárias para o equilíbrio do organismo. As vitaminas C e E, por exemplo, atuam como antioxidantes e, por isso, protegem o coração e previnem o envelhecimento precoce. Também é rico em potássio e niacina, que eleva o nível do bom  colesterol (HDL), e contém pouquíssimo sódio, por isso evita a hipertensão.

E não é só isso: a fruta também tem ação diurética e suaviza o aparelho digestivo, funcionando como leve laxante. Por isso, é recomendada em casos de prisão de ventre e insuficiência renal.

Benefícios lisinhos O pêssego possui a casca aveludada, que apesar de ser atraente, pode causar alergias em pessoas sensíveis. A nectarina é uma opção para usufruir os benefícios do pêssego sem o inconveniente da casca. É uma fruta bem próxima do pêssego e oferece praticamente a mesma quantidade de nutrientes: betacaroteno, potássio e muitas vitaminas.

Qual a melhor forma de consumo?  Prefira pêssegos frescos, pois a fruta em conserva (enlatados, com calda) possui quantidade bem menor de vitaminas e minerais e,  contém mais açúcar, por isso não é recomendada para diabéticos ou pessoas acima do peso.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 36kcal
Carboidrato 9,31g
Proteína 0,8g
Fibra Alimentar 1,4g
Magnésio 4mg
Fósforo 15mg
Potássio 124mg
Cálcio 3mg
Vitamina C 3,3mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v. 1, n.1, 2009.

Inimiga do colesterol e da prisão de ventre

Rica em fibras, a pêra bem que mereceria ser mais consumida pelos brasileiros. Descubra as razões para incluir essa fruta no seu dia-a-dia

 Pouco calórica, a pêra está presente em quase todas as dietas de emagrecimento. No entanto, ela não serve apenas para dar uma forcinha na hora de perder os quilinhos extras. Também fortalece o coração, os ossos e previne queda de cabelo e intestino grosso.

Nutrientes e benefícios Fibras. São os principais nutrientes presentes na pêra, e sua importância vai além da prevenção à prisão de ventre e melhoria do processo digestivo. Elas equilibram os níveis de açúcar no sangue, reduzem o colesterol e diminuem risco de câncer de cólon.

Outros nutrientes presentes na pêra são: potássio,  cálcio, enxofre, magnésio, silício, e vitamina C, que auxiliam no equilíbrio do sistema nervoso e no fortalecimento das funções cardíacas.

Atenção na escolha! O ideal é escolher as peras sem cortes, rachaduras ou manchas, pois estes sinais podem indicar que algum inseto passou pela fruta.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 53kcal
Carboidrato 14g
Proteína 0,6g
Fibra Alimentar 3g
Magnésio 6mg
Fósforo 12mg
Potássio 116mg
Cálcio 9mg
Vitamina C 2,8mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas, v.1, n.1, 2009.

Nutritiva até o bagaço!


A laranja é antioxidante, controla os níveis de açúcar e colesterol no sangue e combate a prisão de ventre. O que você está esperando para aproveitar estes benefícios?

Se você faz parte do grupo de pessoas que identifica a Vitamina C com o único benefício que a laranja traz ao organismo, saiba que essa fruta esconde muitos outros nutrientes essenciais para a manutenção da saúde.

Além da Vitamina C, a laranja é rica em fibras, possui cálcio, magnésio, potássio, betacaroteno, algumas vitaminas do complexo B.

Descubra, a seguir, o que cada um desses nutrientes faz pela manutenção do seu organismo.

Um fruta completa A Vitamina C e o betacaroteno são dois antioxidantes, o último responsável pela coloração da fruta, que protegem as células contra a ação dos radicais livres.  Os minerais atuam no fortalecimento dos ossos e músculos e na absorção de outros nutrientes  (cálcio e magnésio), na regulação da pressão arterial e elasticidade das artérias (potássio), favorecendo as funções cardíacas.

Coração batendo forte Uma das grandes ameaças à saúde cardíaca é o colesterol total elevado. Quando em excesso no sangue, ele passa a se depositar na parede das artérias e impede a circulação normal. Quem sofre é o coração, que pode entrar em colapso pelo não recebimento de sangue ou pelo esforço excessivo para bombardeá-lo pelas artérias, além, é claro, de outras doenças decorrentes do impedimento da circulação, como os acidentes vasculares cerebrais (AVCs), por exemplo.

Quando consumida com o bagaço, a laranja auxilia no controle do colesterol. Isso tudo graças à pectina, uma fibra solúvel presente na polpa da fruta que regula essas taxas.

Controle da glicemia As fibras solúveis ainda reduzem a absorção intestinal de glicose para a corrente sanguínea, sendo uma opção para quem sofre de diabetes. Porém, como cada organismo reage de uma forma, o ideal é procurar um nutricionista para avaliar a quantidade de fruta a ser consumida em caso de diabetes.

Um verdadeiro relógio! Mais uma vez as fibras são o destaque a fruta. Presentes no bagaço da laranja, ao serem consumidas elas garantem a sensação de saciedade e ainda dão volume ao bolo fecal, fato que favorece o trânsito intestinal e dá fim à prisão de ventre.

Mas, lembre-se: para que as fibras desempenhem sua função, você também precisa ajudar. Consuma pelo menos 2 litros de líquidos diariamente.

Cada 100g da fruta contém:
Calorias 37kcal
Carboidrato 8,9g
Proteína 1g
Fibra Alimentar 0,8g
Lipídeos 0,1g
Magnésio 9mg
Manganês 0,05mg
Fósforo 23mg
Potássio 163mg
Ferro 0,1mg
Cobre 0,03mg
Zinco 0,1mg
Vitamina B1 0,07mg
Vitamina B2 0,02mg
Vitamina C 53,7mg
Fonte: UNICAMP – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos / TACO

 Fonte: Editora Alto Astral. O poder das frutas. v.q1, n.1, 2009.